Teste

Primeiramente, foi feito um reconhecimento do conjunto por meio de pesquisa que resultou na tese de doutoramento de Elisiana Trilha Castro intitulada “Aqui jaz uma morte: atitudes fúnebres na trajetória da empresa funerária da família Haas de Blumenau”. Na sequência foi realizada a higienização e acondicionamento básico do acervo, sua organização e separação por tipos de suporte. Com a contratação de um estagiário iniciou-se a digitalização das fotografias e documentos textuais, bem como o inventariamento do acervo. Atualmente, além das ações de documentação das coleções, estão sendo estudadas os espaços e equipamentos adequados para a criação do Memorial e sua abertura a visitação.

Apoiadores